Podium Mercantil

Faça seu cadastro

Preencha esse formulário abaixo que entraremos em contato com você!

    Enviar os documentos abaixo somente após o contato de nossa equipe.

    Contrato social e última alteração;
    CPF, RG e comprovantes de residência de TODOS os sócios da empresa;
    Comprovante de endereço da empresa;
    Últimos 12 meses de faturamento assinado pelo contador da empresa

    Favor enviar todos os documentos listados acima para o email:
    contato@podiummercantil.com.br


    Crédito mais caro com alta da Selic e IOF - Podium Mercantil

    Duas intervenções do governo deixaram o crédito mais caro no Brasil ao longo de 2021. A alta na taxa Selic (taxa básica de juros da economia) e o aumento na alíquota do IOF (Imposto sobre Operações Financeiras). Como resultado, cada vez mais empresas buscam alternativas para manter fluxo de caixa. 

    A Selic, por exemplo, estava em 2% no mês de janeiro. Atualmente, ela é de 7,7% ao ano. Além disso, o IOF foi de 3,0% para 4,8%.

    Primeiramente é preciso ressaltar: a Selic está longe de refletir a realidade dos juros no Brasil.

    Nesse sentido, embora ela seja usada como uma referência, os bancos cobram bem mais do que isso. Sobretudo de pequenas e médias empresas.

    De acordo com o Banco Central, taxa média de juros das concessões de crédito do SFN (Sistema Financeiro Nacional) atingiu 21,6% ao ano no último mês de setembro.

    Por outro lado, o reajuste do IOF representa um custo adicional para as operações de crédito.

    Em outras palavras, o dinheiro que já era caro por conta dos juros fica ainda mais por conta do imposto federal.

    Crédito mais caro: alternativa

    Antes de mais nada, o crédito mais caro tem um impacto óbvio na economia. Empresas de diferentes portes dependem de operações financeiras para se manter em atividade.

    Financiar vendas a prazo, comprar matéria-prima e pagar fornecedores e colaboradores. Quando o faturamento ou o fluxo de caixa não são suficientes, a organização recorre ao crédito.

    Dessa forma, o empresário deve buscar alternativas no mercado para suprir essa demanda.

    Em síntese, a securitização de ativos é uma das mais utilizadas.

    Nela, duplicadas e títulos provenientes da venda de mercadorias são convertidos em capital.

    Como resultado, quem vendeu recebe à vista um recurso que entraria apenas a prazo em seu caixa.

    Esse tipo de serviço tem dupla vantagem sobre o crédito mais caro oferecido pelos bancos.

    Primeiramente por não se tratar de uma operação de crédito e, portanto, não estar sujeita ao IOF.

    Além disso, as taxas cobradas pelas securitizadoras são menores que as de bancos e cooperativas de crédito.

    Nesse sentido, contar com a parceria de uma securitizadora é algo estratégico para o seu negócio.

    Ainda mais se o seu portfólio de serviços incluir mais do que a simples antecipação de recebíveis.

    Podium Securitizadora

    A Podium Mercantil Securitizadora S.A está no mercado financeiro há mais de 13 anos. Sua atuação está baseada em três pilares: ética transparência e segurança.

    A empresa converte os títulos de crédito em debêntures, que são oferecidas a investidores. Permitindo, dessa forma, a antecipação ao empresário.

    Além disso, seu quadro de pessoal reúne profissionais experientes. Eles utilizam os mais modernos recursos tecnológicos para a analisar informações e realizar as operações de maneira ágil e eficiente.

    Analogamente, a Podium faz bem mais do que isso. Além de livrar nossos clientes do crédito mais caro, realizamos a gestão de carteira de cobrança, a análise de clientes e fornecedores e o acompanhamento mercadológico.

    Como resultado, somos o parceiro ideal para a sua empresa.

    Clique no botão de WhatsApp que aparece ao lado e fale com um de nossos especialistas.

    Escrito por: Eagence Marketing